• Areeiro sensibiliza para a deficiência visual

Areeiro sensibiliza para a deficiência visual

2018-11-29 16:11:50

Para assinalar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, a Junta de Freguesia do Areeiro (JFA) realiza várias iniciativas ao longo da próxima semana com o intuito de sensibilizar a comunidade para a deficiência visual e para a importância da inclusão social. 

A primeira atividade será precisamente no dia 3 de dezembro, data em que se assinala o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Em parceria com a Associação Promotora do Ensino dos Cegos (APEC) e com o escultor Jorge Melício, a JFA organiza uma experiência sensorial direcionada para pessoas cegas ou com baixa visão que lhes permitirá apreenderem a arte com outros sentidos. A partir das 10H30, o artista plástico Jorge Melício irá orientar uma visita no Jardim Fernando Pessa onde dará a conhecer as suas esculturas hiper-realistas d’A Família numa perspetiva histórica e tátil.

Já o dia 4 de dezembro será dedicado ao desporto. Em parceria com a ANDDVIS - Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais, a Junta de Freguesia do Areeiro realiza uma sessão de divulgação e experimentação de Showdown, entre as 10H e as 12H, no Clube Dramático Ramiro José.
Durante esta manhã, várias crianças e jovens com deficiência visual da Escola Básica 2,3 das Olaias vão poder experimentar esta modalidade desportiva e saber quais os benefícios da atividade física.

Na sexta-feira, dia 7 de dezembro, será a vez dos elementos do Executivo da Junta de Freguesia do Areeiro, bem como de outros decisores, serem desafiados a embarcar numa aventura em que todos os sentidos podem participar, exceto a visão.
Neste "Almoço Com Sentido" todos estarão na mesma condição – sem ver – numa experiência que se pretende mais do que gastronómica. Contamos com a participação de várias pessoas da Associação Promotora do Ensino dos Cegos, nomeadamente o Presidente Victor Graça.

A par destas iniciativas, e durante toda a semana, serão divulgados vários vídeos nas redes sociais da JFA que alertam para os principais obstáculos que as pessoas cegas ou com baixa visão enfrentam diariamente quando saem de casa. O objetivo é sensibilizar a comunidade em geral para a importância de reduzir os obstáculos na via pública, como é o caso dos carros estacionados em cima dos passeios ou nas passadeiras, dos dejetos caninos que não são apanhados e até dos caixotes do lixo que não são recolhidos durante o dia.